Luciana Régnier e Luciano Bachete

inicial - guia de profissionais - Arquitetura / Londrina Pr - Luciana Régnier e Luciano Bachete

l.arquitetos@uol.com.br
Rua Brasil, 1014 - Sala 502 - Centro
Londrina / PR
(43) 33376623
www.regnier-bachete.arq.br
  Luciana Régnier e Luciano Bachete
-
 

" O projeto é o investimento inicial. E com certeza o mais importante. O custo benefício é sempre muito bom e a melhor recompensa é a satisfação do cliente". (Luciana Regnier)

" A arquitetura tem um leque grande de opções. Nós trabalhamos com o mobiliário, projeto, decoração, conhecemos um público diferenciado, com gostos extremos. E tudo isso é muito bom, nos dá uma visão ampla, um conhecimento ímpar. Desde criança eu já adorava desenhar as plantas das casas. Fiz a opção certa". (Luciano Bachete)

Luciana Régnier e Luciano Bachete
 

Eles são jovens e talentosos. A parceria já se tornou referência no cenário arquitetônico londrinense. Luciana Regnier e Luciano Bachete são formados pela Unifil, turma de 1995. Estudaram e sonharam juntos. Com o tempo a amizade construída nas salas de aula consolidou-se numa parceria profissional que alçaria grandes vôos. A trajetória profissional da dupla é relevante e está consolidada num amplo, bonito e confortável escritório, no centro de Londrina. "Eu e a Luciana nos formamos juntos. No segundo ano da faculdade abrimos um escritório de desenho e prestávamos trabalhos para muitos engenheiros e arquitetos. Se somarmos os anos de faculdade e de escritório contabilizamos quase 20 anos juntos. Graças a Deus nossa parceria deu certo, nos respeitamos e temos uma mesma sintonia profissional", diz ele. Luciano passou sua infância na cidade de Califórnia (PR) e desde pequeno adorava ir nas obras e ficar arquitetando as divisões da construção. "Sempre gostei, tinha que ser arquiteto. Meu maior prazer é atender um cliente e viabilizar seu sonho. Construir uma casa depende de inúmeros fatores e com certeza o projeto arquitetônico é o mais importante. É onde tudo começa", salienta. Luciana viajou para os Estados Unidos logo que se graduou. "Fui fazer um curso de computação gráfica e lá permaneci durante 6 meses. Na volta abri o escritório em sociedade com o Luciano. E de cara fomos abençoados com um projeto importante, o antigo boliche do shopping Catuaí, onde hoje é a loja Renner. Daí para frente não parou mais de aparecer projetos. Fomos nos especializando em arquitetura de interiores. Cheguei a morar durante 4 anos em São Paulo mas mantive minha sociedade e para cá viajava quinzenalmente. Com o tempo conquistamos clientela, credibilidade e respeito", diz ela. Detentora de prêmios, a parceria ressalta "o melhor ambiente" da 10ª MDI 2005, a premiação do Núcleo Londrinense de Decoração em 2000 e 2001 e o de melhor design de boliche da América do Sul. Luciana exemplifica: "Já participamos das segunda, sétima e décima mostras de decoração. Fizemos especialização em arquitetura de interiores. E claro, estamos sempre viajando, conhecendo tendências. Sempre que possível vamos a Milão visitar a feira mais importante do setor. O arquiteto tem que saber história, tem que ter curiosidade, tem que vasculhar produtos, descobrir coisas novas. Somos referência lá fora porque temos Oscar Niemeyer, Lucio Costa, Paulo Mendes da Rocha, Ruy Otake, entre outros, conhecidos internacionalmente. Temos boas faculdades, bons professores. Mas ainda estamos caminhando gradativamente. Antigamente a profissão de arquiteto era vista como elitista. Mas fomos rompendo esse tabu passo a passo, mostrando a importância e a necessidade do nosso trabalho. O arquiteto contribui em todos aspectos, inclusive no financeiro de uma obra. Conhecemos e sabemos qual o melhor produto e o melhor preço. Oferecemos adequações e opções. E o melhor de tudo, nos tornamos amigos dos clientes. A gente sempre se reúne para discutir metas e a amizade vai crescendo aos poucos. E depois, construir uma casa é realizar um sonho. E nós tornamos esse sonho realidade", ressalta a arquiteta, mãe de Ana Luisa. "Ela é o meu melhor projeto", brinca a mãe coruja. Para Luciano as tendências ditam o caminho de determinado projeto e muitas vezes o profissional tem que fazer adaptações e até inovações. " Tudo muda, se recicla, ganha uma nova versão. E com o passar dos anos o estilo de vida também muda. Como exemplo cito as salas hoje todas integradas. Antigamente a sala de estar era um ambiente reservado apenas para a visita. A sala de jantar era para as refeições. Hoje elas divides espaço com outros ambientes diferentes e repaginados. O mesmo acontece com as cozinhas planejadas que ganharam versões mais transadas e bonitas. Ela está projetada para receber os amigos tanto quanto uma sala de visitas. Por isso a arquitetura é tão interessante. A gente aprende sempre porque tem que buscar informação, se reciclar, ler, aprender, viajar. Eu e a Luciana amamos nossa profissão e nos sentimos extremamente reconhecidos porque somos a escolha daquele determinado cliente. Daí a nossa imensa responsabilidade em fazê-lo feliz. Porque em sua maioria, o projeto de uma casa é a moradia dos sonhos, é o lugar onde provavelmente o cliente passará muitos anos da sua vida. Então temos a obrigação de oferecer o melhor", conclui. Os arquitetos tem um site: www.regnier-bachete.arq.br

 
Inicial | Guia de Profissionais | Notícias | Depoimentos | Sobre o Livro | Sobre a Empresa | Responsabilidade Social | Fale Conosco
  webmail Agência Digital ICOMP